04 abril 2014

Transformando lixo orgânico em adubo


O processo que se dá em transformar alimentos em adubo é chamado de Compostagem.

O que é compostagem
É o processo de descomposição da matéria orgânica para virar adubo em uma horta ou para suas plantas de jardim. Essa técnica é considerada uma das melhores alternativas para se diminuir os lixos das cidades, pois além de ser barata, é de fácil acesso à todos. Esse processo oferece ao solo vários nutrientes.

Como fazer compostagem em casa
A primeira coisa a fazer é providenciar um recipiente para colocar a matéria orgânica. Ex.: Lata de tinta, balde ou até mesmo compre uma. Nesse link, Composteiras, você pode comprar composteiras a partir de R$ 170,00. (exemplo da foto).
Use sua criatividade! O importante é se fazer um buraco no fundo do recipiente para que o chorume (líquido proveniente da descomposição da matéria orgânica) possa ser eliminado. 
Vale lembrar que o chorume, pode ser reutilizado na horta ou nas plantas, pois neste caso, ele é um fertilizante de alto potencial por ser derivado apenas de matéria orgânica. (1 copo de chorume para 9 copos de água)

Passo 2
Embaixo do recipiente, você deve fazer outro recipiente para armazenar o chorume. Ela não pode ficar em contato direto com o pote onde estejam as matérias orgânicas, pois como cite acima, precisa de um lugar onde o chorume possa escorrer.

Local para colocar sua composteira
Evite colocar contato direto com o solo para que ela não grude, colocando folhas de jornais, ou até mesmo, tijolos. Sempre utilize tampas para que não entre insetos.

O que se pode e o que não pode colocar na composteira


Pode
Não pode
Sobras de verduras e legumes
Comidas temperadas
Cascas de frutas e ovos
Cinzas de cigarro e carvão
Saquinhos de chá
Papeis de revistas e impressões
Filtro de café usado
Conteúdo de aspirador de pó
Iogurte
Fezes de animais
Restos de leite
Produtos químicos
Restos de jardim (folhas, flores, cascas de árvores, papelão...)
Material não-orgânico (vidro, metais, plásticos, couro, borracha etc)
Restos de comidas ou estragadas, devem ser em pequenas quantidades
Alimentos cozidos e alimentos de origem animal, como: carne, peixe, gorduras e queijo



Hora de colocar o lixo
Não é só jogar o lixo lá e deixar a natureza trabalhar. Existe um método para que o processo de decomposição seja correto. Método de camadas, ou seja, sobrepor os tipos de materiais orgânicos.
O que regula a ação dos micro-organismos que vão decompor é o nitrogênio e o carbono. Esse relação deve ser feita de 3 para 1, uma camada de nitrogênio para 3 camadas de carbono. 
Nitrogênio é todo material úmido (o lixo em si).
Carbono é toda a parte seca (papelão, flores, folhas).
Se não se aplicar essa regra, não significa que a decomposição não aconteça, e sim, que demore um pouco mais.
Comece com um seco e depois coloque um úmido. Depois coloque mais uma camada de material seco, umedeça-o um pouco e continue o processo. Lembre-se de deixar a última camada com material seco.

Dando tempo ao tempo
A primeira fase é a da decomposição, onde a temperatura pode chegar aos 70ºC. Isso dura cerca de 15 dias, nesse tempo o ideal é não mexer na compostagem.
Depois disso, é sempre bom mexer para que o oxigênio esteja sempre no processo de compostagem.

Importante: - Se você sentir cheiro ruim, certifique-se que você fez o processo direito e s jogou algum dos materiais que não se podem jogar na composteira.
- O ideal de jogar alimentos na composteira é de 15 em 15 dias, o tempo que você for mexer nela. Neste intervalo de tempo, guarde as cascas de frutas, cascas de ovo, etc..dentro de um potinho na geladeira.

O tempo do adubo final varia entre 2 à 3 meses de acordo com a quantidade de lixo usada. Para saber se está pronto é simples: Tem cheiro de terra, a cor é escura e quando se pega na mão, ela não suja.


Aproveite estas dicas é faça a sua em casa, simples, barato e sustentável!



fontes: ConsulIdeias verdes Abril